Especial Serra Gaúcha – Capítulo 1

Especial Serra Gaúcha – Capítulo 1

Especial Serra Gaúcha

 

Situada no extremo sul do Brasil, mais precisamente no Estado do Rio Grande do Sul e com clima semelhante aos maiores países europeus produtores de vinhos, a Serra Gaúcha oferece infinitas opções de turismo e enoturismo, pois reúne a beleza das paisagens brasileiras ao modo de vida europeu trazida por imigrantes italianos e alemães que souberam perpetuar em terras brasileiras, além de seus costumes e tradições, a vitivinicultura.


Estado do Rio Grande do Sul


Regiões do Estado do Rio Grande do Sul

Brasão do Estado do Rio Grande do Sul

Região Vinícola da Serra Gaúcha

O Estado do Rio Grande do Sul faz fronteira ao Sul com o Uruguai, a Oeste com a Argentina — outro grande país produtor de vinhos de qualidade e com reconhecimento mundial — ao Norte com o Estado de Santa Catarina, que promete ser um grande produtor de vinhos no futuro, e a Leste o Estado é banhado pelo Oceano Atlântico.
Sua posição privilegiada, abaixo do Trópico de Capricórnio, permite que o clima seja de dois tipos: o subtropical e o oceânico.

O que é a Serra Gaúcha?

O Estado do rio Grande do Sul é coberto, basicamente, por planícies que cobrem 70,4% de seu território com altitude abaixo de 300m.

Somente uma pequena parte, conhecida como Serra Gaúcha se eleva acima dos 900 metros de altitude.

A Serra Geral, conglomerados de montanhas das quais a Serra Gaúcha faz parte, começa em São Leopoldo com altitude média entre 1100 e 1200 metros.

A região da Serra Gaúcha foi colonizada basicamente por italianos e alemães, daí sua cultura ligada ao mundo dos vinhos.

Por ser uma região bastante fria no inverno, a vinha própria para a produção de vinhos de qualidade se adaptou bem ao clima da região.

Além disso, graças ao savoir-faire dos imigrantes italianos e alemães no fabrico desta preciosa bebida, a vitivinicultura vem melhorando e aperfeiçoando seus vinhos cada vez mais.

A Serra Gaúcha é ainda considerada uma das regiões mais frias do país.

Vista panorâmica da Serra Gaúcha

Caminhos enfeitados por hortências

Vista panorâmica da Serra Gaúcha

Vista panorâmica da Serra Gaúcha

 

Por estar localizada em zona de clima temperado, as estações do ano na Serra Gaúcha são bem definidas, com um verão bem quente, muito embora o clima de montanha garanta um certo frescor. O inverno é bastante frio, com possibilidade de neve na região, embora seja ainda um fenômeno raro no Brasil. Mesmo assim, os dias de inverno são ensolarados e ótimos para passeios. O inverno é a época mais recomendável para o enoturismo e para visitar a região. As poucas, mas bem-vindas quedas de neve fazem a alegria principalmente de turistas brasileiros que sonham com o fenômeno.

A Serra Gaúcha e a Cultura do Vinho

A Região Uva e Vinho, na Serra Gaúcha, hoje é composta por 47 municípios: Antônio Prado, Barão, Bento Gonçalves, Boa Vista do Sul, Camargo, Carlos Barbosa, Casca, Caxias do Sul, Ciríaco, Cotiporã, David Canabarro, Flores da Cunha, Fagundes Varela, Farroupilha, Garibaldi, Guaporé, Ipê, Monte Belo do Sul, Muliterno, Nova Alvorada, Nova Araçá, Nova Bassano, Nova Pádua, Nova Prata, Nova Roma do Sul, Pinto Bandeira, Protásio Alves, Santa Tereza, Santo Antônio do Palma, São Domingos do Sul, São Marcos, Serafina Correa, Vanini, Veranópolis, Vila Flores, Vila Maria e Vista Alegre do Prata.

 

A região possui na paisagem um de seus mais belos patrimônios. São morros, colinas, vales e rios que se constituem em um ambiente com inúmeras opções, atividades e possibilidades de visitação.

O cultivo da videira está presente em 16 dos seus 24 municípios: Antônio Prado, Barão, Bento Gonçalves, Carlos Barbosa, Casca, Cotiporã, Flores da Cunha, Farroupilha, Garibaldi, Guaporé, Monte Belo do Sul, Nova Araçá, Nova Bassano, Nova Pádua, Nova Prata, Nova Roma do Sul, Protásio Alves, Santa Tereza, Santo Antônio do Palma, São Marcos, Serafina Correa, Veranópolis e Vila Flores.

Uma das experiências oferecidas é acompanhar a elaboração dos vinhos e degustar o resultado desta elaboração nas cantinas. São 83 opções, das pequenas vinícolas familiares às empresas tradicionais da Região.

Você não pode perder a oportunidade de visitar os roteiros atrativos que encantam turistas de todas as partes do Brasil e do mundo, veja alguns deles:

 

Nossa Cultura no Meio Rural — que apresenta os Roteiros Caminhos da Imigração, Caminhos de Pedra, Caminhos de Faria Lima, Caminhos do Salto Ventoso, Vale do rio das Antas, do passado ao futuro [novo Roteiro de Carlos Barbosa], Caminhos da Colônia, Estrada do Imigrante e Estrada do Sabor e o mais recente Desvio Blauth, entre Farroupilhas e Garibaldi.

O Caminho de Pedras faz parte do patrimônio cultural do Rio Grande do Sul e localiza-se na área rural do Município de Bento Gonçalves na Serra Gaúcha. Com 12 km de extensão, ao longo desse caminho encontramos inúmeras casas de pedras, pequenas vinícolas e casas coloniais transformadas em espaços gastronômicos — daí seu nome “Caminho de Pedras”. É um verdadeiro mergulho na cultura italiana com direito a vinhos, degustação, músicas, além de desfrutar de uma maravilhosa hospitalidade e paisagem.

VINHOS — A Alma da Região, Vale dos Vinhedos, Rota das Cantinas, Rota dos Espumantes, Vinhos de Pinto Bandeira, Vale Trentino, Vinhos e Longevidade, Vinhos dos Altos Montes e os Vinhos e Espumantes de Monte Belo do Sul. Os vinhos de Casca, representados pela vinícola Don Abel, Vinhos e Espumantes de Guaporé, nas vinícolas Ghellen e Giaretta, dentre muitos novos espaços para o enoturismo em outras cidades.

Tudo isso já deve ter lhe dado uma enorme vontade de conhecer a Região, não é verdade? Mas a Serra Gaúcha não é apenas conhecida por seus fantásticos vinhos. Ela oferece também muitas oportunidades de lazer, esportes, relax para quem precisa de férias e muito descanso. Você pode praticar desde esportes radicais, para quem busca fortes emoções, ou esportes mais brandos como caminhadas. Veja algumas opções que você pode escolher quando lá estiver:

Canoagem, visitas a cachoeiras, escaladas de encostas, saltos em tirolesas ou mesmo “bungee jumping”, caminhadas por trilhas que nos levam à história da colonização e da cultura do vinho na região. Essas são algumas das múltiplas escolhas de lazer e diversão para aqueles que querem não apenas apreciar vinhos, mas desfrutar de maravilhosos momentos de férias ou feriados prolongados em contato com a natureza.

Em nossa primeira edição desse ESPECIAL ENOVÍRTUA, aprendemos o que é a Serra Gaúcha, um pouco de seus vinhos, roteiros turísticos e opções de lazer e esportes. Na próxima edição, vamos conhecer um pouco de sua história, clima e organizações que tornaram possível o vinho brasileiro entrar na competitividade do mercado nacional e internacional.

Comentários do Facebook
FAÇA PARTE DO CLUBE ENOVIRTUA

Receba o ebook EnoExpert, brindes e descontos em nossa loja de vinhos

No Comments

Give a Reply

Seja um membro do clube Enovirtua

Receba o ebook EnoExpert, brindes e descontos em nossa loja de vinhos.