Inglês Espanhol Francês Italiano
Enoturismo: Um tour pelas Vinícolas Brasileiras

Enoturismo: Um tour pelas Vinícolas Brasileiras

O vinho é a bebida que agrada a diferentes paladares e também atrai uma legião de turistas interessados em seguir sua rota e acompanhar, passo a passo do processo de fabricação.

No Brasil, o enoturismo está ganhando cada vez mais força, território e adeptos graças a um conjunto imbatível composto por paisagens fascinantes, infraestrutura turística e hoteleira de qualidade e, é claro, vinícolas superpreparadas para receber os visitantes.

Venha conferir quais são as regiões brasileiras que mais se destacam na produção de vinho:

Serra Gaúcha

Responsável por 85% da produção nacional de vinhos, conforme balanço realizado pelo Ibravin, a Serra Gaúcha é a principal representante brasileira no campo dos vinhedos, das vinícolas e, como não poderia deixar de ser, do turismo que gira em torno de tudo o que envolve a bebida.

Influenciada por características geográficas e climáticas consideradas ideais para o cultivo das uvas utilizadas nos melhores rótulos, como solo, relevo, temperatura, incidência solar e precipitação de chuva, a região reúne todos os requisitos para um roteiro delicioso em todos os sentidos: ar puro, belezas naturais, culinária divina e atrativos incomparáveis.

Composto por cidades como Gramado, Carlos Barbosa, Bento Gonçalves e Pinto Bandeira, entre outras, o percurso que tem por objetivo seguir o rastro do vinho pelas terras gaúchas reserva ainda altas doses de experiências memoráveis para serem apreciadas sem moderação por todo o caminho.

Santa Catarina

Se o que o que você procura é um dia frio e um bom lugar para tomar um vinho, aqui estão os destinos ideais para ele: a região serrana de Santa Catarina e dois de seus principais integrantes, o Planalto Serrano e a Serra do Rio do Rastro.

Caracterizada por recantos naturais de tirar o fôlego e pelas baixas temperaturas,
frequentemente abaixo de zero, que concedem um clima todo especial ao local, basta uma simples voltinha por seus indescritíveis cenários para se render de vez aos seus encantos e se entregar por completo aos seus atrativos, comandados pela estrela do nosso itinerário: o vinho.

Graças à sua privilegiada posição geográfica, que supera 1,8 mil metros em seu ponto mais alto, no Morro da Boa Vista, a região serrana catarinense é uma curva em ascendência tanto pelo formato do seu relevo como pelo grau de importância dentro do enoturismo brasileiro, conquistado, principalmente, pela qualidade de sua premiada produção de vinhos finos de altitude. Repleta de vinhedos e vinícolas conceituadas, entre uma taça e outra os visitantes são convidados a estender o percurso para alguns pontos turísticos imperdíveis, que definitivamente merecem ser inclusos no roteiro.

Vale do São Francisco

Fruto da região onde o sol brilha forte mais de 300 dias por ano, o enoturismo do Vale do São Francisco é uma rota sem igual em qualquer outro lugar do mundo por provar que no semiárido também é possível florescer safras excepcionais, responsáveis pela fabricação de vinhos repletos de personalidade.

Abrangendo uma área em torno de 500 hectares de vinhedos destinados à vitivinicultura, os quais, segundo dados da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), produzem cerca de 4 milhões de litros de vinhos e espumantes finos por ano, o destino, margeado pelas águas do Velho Chico, vem se firmando não só como produtor, mas como um exímio anfitrião dos aficionados pela bebida.

FAÇA PARTE DO CLUBE ENOVIRTUA

Receba o ebook EnoExpert, brindes e descontos em nossa loja de vinhos

No Comments

Deixe uma resposta

Seja um membro do clube Enovirtua

Receba o ebook EnoExpert, brindes e descontos em nossa loja de vinhos.