Inglês Espanhol Francês Italiano
Vinho Tinto ou Vinho Branco: Qual é Mais Saudável?

Vinho Tinto ou Vinho Branco: Qual é Mais Saudável?


A escolha entre o vinho tinto e vinho branco para muitos pode ser feita apenas por uma questão de gosto. Porém, existem maneiras mais precisas de fazer essa escolha. Algumas dicas, inclusive, podem potencializar o sabor e o aproveitamento de cada um deles.

Em termos de saúde, é ainda mais interessante colocar essa bebida em pauta. Descobrir qual deles é mais saudável pode ajudar você a aliar o útil ao agradável.

O vinho é feito a partir da fermentação do suco de uva. Após a colheita, a fruta é esmagada e a bebida é armazenada em cubas ou baldes. São estas que fazem com que o açúcar encontrado na fruta se transforme em álcool. Apesar de ser um processo natural, ele pode ser estimulado com algumas técnicas.

Conhecer os benefícios dos dois vinhos pode ajuda você a aproveitar o melhor dessas bebidas.

Qual deles é mais saudável?

A diferença entre o vinho branco e o tinto está no momento em que começa a fermentação. Confira:

Vinho branco

Nesse caso, a bebida passa pelo processo de fermentação antes do esmagamento. Em seguida, o líquido resultante é envelhecido em barris de carvalho ou de aço inoxidável. Ele fica armazenado até atingir um ponto que permita que seja engarrafado e comercializado.

Quaisquer sedimentos, como peles e sementes, são removidos antes da fermentação.

Vinho tinto

Já nesse caso, a bebida passa por um processo diferente. Os resíduos são contidos na composição para fornecer a ela o pigmento.

A presença da pele faz com que ele se torne rico em taninos e resveratol, que são compostos de plantas. O vinho branco também possui esses compostos, mas em quantidades muito pequenas (1, 2).

O vinho comercializado e produzido artesanalmente conta com diversas quantidades de uvas diferentes. As vermelhas resultam em vinhos tintos, enquanto o branco pode ser produzido com os tipos vermelhos ou brancos da fruta. As uvas também podem ser utilizadas para produzir champanhes.

As principais vinícolas do mundo estão presentes nos Estados Unidos, Austrália, França, Itália, Chile, Espanha e África do Sul.

Na hora de se falar sobre vinho tinto ou vinho branco, em termos de saúde, as duas opções possuem perfis nutricionais semelhantes (3, 4). No entanto, enquanto o vinho tinto tem pouca vantagem, em termos de bem estar, a opção branca tem uma quantidade extra de minerais e vitaminas.

Como o vinho tinto pode atuar no corpo?

A presença das peles e sementes no vinho tinto o tornam rico em compostos vegetais capazes de reduzir doenças cardíacas.

As taxas de doenças cardíacas, na França, por exemplo, são muito baixas. Muitos especialistas acreditam que isso aconteça por conta do consumo de vinho tinto (5, 6). Pesquisas apontam que seu consumo reduz em 30% o risco de doenças cardíacas (7, 8, 9).

Acredita-se que isso é possível devido aos benefícios anti-inflamatórios e antioxidantes. Estes atuam diretamente no coração, evitando doenças advindas do mal funcionamento do órgão (10).

Pesquisas apontam que o vinho tinto aumenta a quantidade de colesterol HDL. Esse benefício também reduz o risco de doenças cardíacas (11).

Outro estudo foi feito com adultos por quatro semanas. Eles tiveram que beber de 1 a 2 copos de vinho tinto diariamente. Os resultados observaram um aumento de 11 a 16% nos níveis de HDL em comparação com aqueles que bebiam água (11).

Na comparação entre os vinhos tinto e branco, a primeira opção se destaca por sua atuação na mente (12, 13, 14, 15). Esse diferencial também é apontado como função da atividade antioxidante e anti-inflamatória do resveratrol, que não permite que beta-amiloides se formem no corpo (16, 17).

Isso diminui os riscos da formação de placas no cérebro ligadas ao mal de Alzheimer (18). Esse composto atua como um suplemento no organismo quando tomado em doses concentradas.

Os benefícios do resveratrol incluem a diminuição de dores nas articulações e o aumento da sensibilidade à insulina (19, 20, 21, 22, 23, 24, 25).

Doenças ligadas ao envelhecimento também são melhor tratadas com o consumo do vinho tinto (26, 27). Ele diminui as chances de se desenvolver câncer (28, 29).

O vinho branco oferece os mesmos benefícios. No entanto, ele tem menores taxas de minerais e vitaminas.

Como o vinho branco melhora da saúde corporal e mental? 

O consumo do vinho branco está conectado a diversos benefícios, como a redução do risco de doenças do coração, apoiados por mais de 100 estudos que apontam taxas como de 25 a 40% em sua otimização (30).

A diminuição do risco de morte por acidente vascular cerebral também é um bom ponto na comparação vinho tinto com o vinho branco. Em um estudo dinamarquês, pessoas que bebiam baixas quantidades de vinho branco eram menos propensas a morrer de doença cardíaca ou acidente vascular cerebral, em comparação com pessoas que bebiam cerveja (31).

O vinho branco também atua contra o colesterol quando consumido em quantidades moderadas. Ele também diminui os riscos de morte por praticamente qualquer causa, em especial por doenças do coração (32, 33).

Doenças neurodegenerativas também são amenizadas com o consumo da bebida. Exemplos como o Parkinson e o Alzheimer são bons pontos para comprovar, a partir de estudos científicos, os pontos altos da bebida (33, 34).

Indivíduos que sofrem de osteoartrite também se beneficiam do consumo dos dois vinhos (35).

Finalmente, os riscos de câncer também são diminuídos com o consumo dessa bebida. Essa afirmação é respaldada por estudos observacionais que demonstram reduções, especialmente na área do pulmão (36).

Possíveis problemas no consumo dos vinhos

Geralmente, os maiores problemas advém do excesso. A OMS (Organização Mundial da Saúde), recomenda que, por dia, não se consuma mais do que duas taças padrão. Uma taça padrão é definida como um copo de álcool 12% de 148 ml.

Através do excesso da bebida, muitos dos benefícios citados podem ser perdidos, além de incentivar o dano a órgãos e até mesmo estimular a dependência ao álcool.

Além disso, os excessos impulsionam o risco de doenças infecciosas no organismo, uma vez que enfraquece o sistema imunológico e deixam o corpo mais propenso a adoecer, causando também alguns tipos de câncer.

Portando, na hora de decidir entre o consumo de vinho tinto ou vinho branco, é interessante saber que ambos são benéficos à saúde, apesar da primeira opção ter mais vitaminas e nutrientes. O segredo para usufruir de todos os benefícios dessa bebida mora da moderação.

 

Fonte: Doutor Nature

FAÇA PARTE DO CLUBE ENOVIRTUA

Receba o ebook EnoExpert, brindes e descontos em nossa loja de vinhos

No Comments

Deixe uma resposta

Seja um membro do clube Enovirtua

Receba o ebook EnoExpert, brindes e descontos em nossa loja de vinhos.