Loader Image
INGLÊSESPANHOLFRANCÊSITALIANO
Dia do Vinho movimenta a economia e o turismo do País

Dia do Vinho movimenta a economia e o turismo do País

Com mais de 1.100 vinícolas, em três regiões, o enoturismo tem se tornado uma oportunidade de negócios no Brasil

 

Durante duas semanas, as Regiões Sul, Sudeste e Nordeste estarão unidas para celebrar o vinho, uma das bebidas mais antigas do mundo e que reúne uma legião de apaixonados.

Serão mais de 200 atividades que antecederão o Dia do Vinho, comemorado sempre no primeiro domingo de junho. A programação completa será apresentada oficialmente nesta quarta-feira (3), em Santana do Livramento, no Rio Grande do Sul.

O evento deste ano ocorre entre os dias 19 de maio e 4 de junho. Nesta temporada, os setores de vitivinícola, gastronômico e hoteleira se movimentarão simultaneamente para oferecer atrativos especiais, descontos, promoções, jantares e almoços harmonizados, cursos de degustação, espetáculos artísticos e culturais e até eventos esportivos a visitantes e moradores de todas as regiões engajadas.

“O Dia do Vinho impulsiona a economia nas regiões vitivinícolas de todo o Brasil e não apenas do Rio Grande do Sul, mas também Santa Catarina, São Paulo e Vale do São Francisco, que já vêm atraindo turistas que desejam conhecer mais sobre os vinhos brasileiros”, explicou Carlos Paviane, diretor de relações internacionais do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin).

Enoturismo

Com mais de 1.100 vinícolas, do Rio Grande do Sul a Pernambuco, o enoturismo tem se tornado cada vez mais uma realidade e uma oportunidade de negócios no Brasil.

Segundo o diretor do Departamento de Ordenamento do Turismo, Rogério Coser, a produção de vinho no País é uma forma de ampliar a vida de visitantes estrangeiros.

“Nosso intuito é despertar os produtores para o fato de que é preciso agregar valor à produção do vinho e o turismo é uma forma de ampliar esse mercado de olhos também nos visitantes estrangeiros, principalmente o público asiático que é um importante consumidor desse segmento”, explica

Fonte: Portal Brasil, com informações do MTur

No Comments

Give a Reply